Nota acerca de Cookies

Usamos Cookies, para personalizar conteúdos e indicações, para poder fornecer funções para mídias sociais e para analisar acessos à nossa página Web.

Declaração de privacidade

À procura da caverna mais profunda da Europa com um martelo perfurador profissional de 18 V da Bosch

O trilho de Ario nos Picos da Europa, em Espanha, foi o cenário para testar o martelo perfurador de 18 V da Bosch Ferramentas Elétricas Profissionais, em parceria com o Ario Cave Project – um projeto internacional, apoiado pelo Oxford University Caving Club, que tem explorado as cavernas de Ario nas montanhas dos Picos da Europa há mais de 50 anos.

Axel Hack, espeleólogo integrado neste projeto internacional, considera que “sabemos menos do que está por baixo dos nossos pés do que da própria lua. Estamos a descobrir os segredos das profundezas da terra para que a humanidade possa apreciá-los, protegê-los e preservá-los ". No poderoso maciço de pedra calcária dos Picos da Europa, a equipa de pesquisa já descobriu e cartografou várias cavernas, mas no ano passado foi definida uma nova missão: descobrir uma das cavernas mais profundas da Europa, expedição esta que seguiu o seu curso.

"Uma expedição desta natureza requer muito material. O transporte para o acampamento base foi feito com a ajuda de burros. Na caverna todo o material é transportado em sacos de lona, que são puxados atrás de nós, independentemente da dimensão das fendas por onde temos de passar. À medida que vamos entrando em algumas seções de cavernas através da escalada técnica, além do equipamento de pesquisa, precisamos também de ferramentas: cordas, elementos de fixação, um martelo perfurador profissional sem fio em que podemos confiar em qualquer situação. As condições que enfrentamos são difíceis para o homem e para a máquina: 80% de humidade, sete graus, frio e argilas − toneladas. Passado pouco tempo já está tudo colado”.

Para uma ferramenta elétrica é um teste de dureza extremo. "Isto também se aplica ao martelo perfurador sem fio GBH 18V-26 F da Bosch, que a equipa transportava”, afirma Axel Hack. Nesta missão, com o martelo perfurador sem fio da Bosch foram colocados por exemplo ganchos de fixação para escalar as inúmeras aberturas. Axel Hack: "Numa chaminé conseguimos escalar 70 metros de altura em dois dias e só precisámos de duas cargas de bateria. Tudo depende da ferramenta sem fio – sem ela isto não seria possível."

Já na fixação cordas de escalar, os exploradores usaram buchas para cargas elevadas, para além de trabalharem com o máximo cuidado e colocar em uso todas as caraterísticas do martelo perfurador sem fio de 18 V da Bosch: a sua força de impacto de 2,6 J, o elevado grau de eficiência graças à tecnologia do motor EC e, portanto, a força de uma ferramenta com fio na classe dos 2 kg. Adicionalmente, os amortecimentos eficazes das vibrações ajudaram-nos a trabalhar sem fadiga, para além de outros fatores associados ao bom desempenho da ferramenta que contribuíram para o sucesso desta dura expedição.

Entre muitos acontecimentos, vários dias de aventura, trabalho e dedicação, Axel Hack conseguiu alcançar uma das cavernas mais profundas da Europa, com o apoio da Bosch Ferramentas Elétricas Profissionais. "Quando entramos numa caverna, nunca sabemos o que nos espera. Passamos por uma fenda e de repente estamos num desfiladeiro.

Deixamos a nossa pegada onde mais nenhum homem esteve. Sentimo-nos como Neil Armstrong!", conclui Axel Hack.